3 mortes que marcaram a música sertaneja em 2015. Qual delas você mais lamentou?

63 Views

mortes-marcaram-sertajos-2015

2015 foi uma ano difícil para a música sertaneja, muitas perdas e algumas perdas bem trágicas.

José Rico que fazia dupla com o Milionário, veio a falecer dia 3 de março, pegando todos de surpresa. De acordo com informações do site oficial da dupla, o cantor de 68 anos morreu por conta de uma parada cardíaca em consequência de infarto do miocárdio.

Em sua última entrevista, José Rico declarou ao também sertanejo Michel Teló, que a construção era seu grande sonho. “Ali é meu mundo. Estou construindo para mim e para os meus”, declarou.

Os motivos da fixação de José Rico, no entanto, permanecem misteriosos. Uma versão, negada pelo próprio cantor, é de que uma cigana teria dito a ele que nunca poderia parar de construir sua casa. “Isso é lenda”, disse.

Uma outra morte que pegou todos de surpresa, foi de um dos grande ícones da música sertaneja, a cantora Inezita Barroso.

A cantora e apresentadora Inezita Barroso também morreu em março de 2015, aos 90 anos. Inezita estava internada desde 19 fevereiro e completou 90 anos no último dia 4 de março. Ela deixa uma filha, Marta Barroso, três netas e cinco bisnetos.

Inezita Barroso era considerada uma das principais cantoras da música sertaneja brasileira. É reconhecida como a mais antiga e mais importante expressão artística da música caipira no País. Ela nasceu em São Paulo e fez carreira no rádio e na televisão, além de passagens pelo cinema e teatro, onde atuou e produziu espetáculos musicais. Em novembro de 2014, ela foi eleita para ocupar uma das cadeiras na Academia Paulista de Letras.

Cristiano Araújo, um dos nomes mais buscados em 2015, foi a grande perda de 2015. Um cantor jovem de apenas 29 anos que perdeu sua vida no auge da sua carreira.

O acidente que matou Cristiano Araújo aconteceu no dia 24 de junho de 2015, quando ele voltava de um show em Itumbiara, no sul do estado. Além do sertanejo, estavam no carro Allana Moraes, de 19 anos, Victor Leonardo, um dos empresários do músico, e Ronaldo Miranda, motorista do artista.

O cantor faleceu sem realizar seu último grande sonho, se casar com sua amada Allana Moraes, que também faleceu no acidente trágico.

retirado de MOVIMENTO COUNTRY

What's Happening Recommended by Hashcore

Compartilhe com os amigos :
carregando...

Deixe um comentário: