‘Resposta de Deus’ e o apoio do pastor levaram Perlla de volta ao funk proibidão

2152 Views

Há alguns assuntos no Brasil que são um tanto “proibidos”, tais como política, futebol e religião, ou seja, são temas que geralmente acabam gerando discordância e podem levar até mesmo ao rompimento de laços familiares e de amizades entre as pessoas.

Por outro lado, independente de serem proibidos ou não, às vezes um determinado indivíduo é tão oscilante no que diz respeito ao seu próprio comportamento e valores, que acaba, mesmo assim, atraindo sobre si uma enxurrada de críticas e comentários depreciativos.

É o caso, por exemplo, da jovem cantora brasileira Perlla, que tem se tornado um assunto recorrente na mídia nacional, uma vez que a moça iniciou a sua carreira como cantora de #Funk, emplacando inclusive alguns sucessos musicais que tomaram conta de todo o país.

 Logo em seguida, #perlla se converteu a uma dessas religiões de linha protestante e desapareceu do “mundo controlado por Satanás”, como alguns irmãos espirituais da moça classificam a sociedade atual com tanta modernidade e transição de valores culturais, se chocando muitas vezes com a vida religiosa.

Entretanto, no final do mês passado, Perlla veio a público anunciar que estaria retornando novamente ao universo glamouroso do funk, interpretando as músicas sensuais típicas do movimento.

A carioca já até se apresentou em uma conhecida boate gay da Cidade do Rio de Janeiro.

Conforme informações veiculadas pelo colunista Leo Dias, que escreve para o jornal “O Dia”, Perlla contou com o apoio irrestrito, para o espanto de alguns, da #Igreja onde congrega e também de sua família.

Sim, familiares e o pastor da igreja de Perlla, concordaram com o regresso da intérprete do funk melody, ainda mais que a cantora disse que ela mesma estava se bloqueando para que isso não acontecesse ou sendo, como ela afirmou, “muito religiosa”.

Só que quando ela compareceu em um evento da Rádio FM O Dia, no Rio de Janeiro, Deus falou com ela e anunciou que estava na hora dela parar com as auto-recusas e mergulhar de cabeça novamente no funk, que muitos consideram como um movimento musical do próprio capeta.

Hoje Perlla não está mais tão envolvida com os assuntos da igreja, está sim preparada e, como explicou, ela sabe que pode “fazer tudo”.

A moça só adiantou que evitará letras sensuais e discursos nada convencionais nas suas músicas, ainda mais que ela deseja que suas filhas possam ouvir as canções sem que de repente a composição se transforme em um funk “proibidão”.

Perlla cantando ‘Rindo a Toa’

What's Happening Recommended by Hashcore

Compartilhe com os amigos :
carregando...

Deixe um comentário: