Geddel é ameaçado por detentos e tenta ‘fugir’ de estupro na prisão

232 Views

Os advogados de defesa do ex-ministro do Governo do presidente da República Michel TemerGeddel Vieira Lima (PMDB-BA), alegaram um grave risco de “estupro” dentro do Complexo Penitenciário da Papula, local onde o ex-ministro está preso desde a semana passada, em Brasília. O objetivo da defesa é tirar Geddel do regime fechado e tentar colocá-lo em prisão domiciliar. Uma matéria publicada pelo jornal “A Folha Brasil” dava conta do vazamento de várias mensagens enviadas através de familiares de detentos que indicavam que os políticos que estão presos poderiam ser “estuprados”.

Ameaças aos políticos presos e familiares

Não há certeza se as ameaças são realmente verídicas, mas entre as que foram noticiadas pelo jornal é citado que os políticos presos deverão fazer “favores” para os outros internos do presídio, incluindo serviços domésticos e atos sexuais.

Na reportagem é enfatizado que um ex-deputado muito famoso já teria até mesmo “se casado” com um traficante da Papuda. Familiares desse ex-deputado, que não teve o nome disponibilizado pela reportagem, estariam tentando fazer de tudo para que as “humilhações” parassem e ele saísse dessa terrível situação.

A defesa de Geddel também sinalizou que familiares estão recebendo várias ameaças através das redes sociais e que peças do processo criminal, como fotos, estão circulando livremente na mídia. Os advogados do ex-ministro citaram na petição que quem se omitir, prejudicando Geddel, irá se responsabilizar caso aconteça algo, como por exemplo, Geddel ser estuprado por algum preso da penitenciária.

Juíza não acredita nas informações da reportagem

A juíza responsável pelo caso, Leila Cury, disse que não se pode basear em um noticiário de caráter especulativo e com notícias inverídicas.

A magistrada cita que a defesa de Geddel está se utilizando de meios, provavelmente “falsos”, para conseguir uma prisão domiciliar ao ex-ministro.

Em resposta a petição, Leila Cury diz que familiares de presos que estão no bloco de Geddel nem chegaram a tê-lo visitado, negando qualquer contato com o ex-ministro para fazer ameaças desses níveis. A respeito da reportagem, a juíza acredita ser falsa, pois há informações que não compactuam com a realidade. Dentre elas, a quantidade de refeições disponibilizadas aos presos.

Geddel Vieira Lima foi preso na última sexta-feira, 8 de setembro, acusado de esconder cerca de R$ 51 milhões. O dinheiro estava guardado dentro de malas em um apartamento de Salvador, Bahia.

What's Happening Recommended by Hashcore

Compartilhe com os amigos :
carregando...

One comment

Deixe um comentário: