Escola de São Paulo serve carne estragada na merenda de crianças. Veja

284 Views
Mãe de aluno filmou carne que estragou por falta de armazenamento adequado (Foto: TV Globo/Reprodução)

Mãe de aluno filmou carne que estragou por falta de armazenamento adequado .

A Secretaria Estadual de Educação informou na tarde desta quinta-feira (28) que afastou a diretora da Escola Estadual Prudente de Moraes, no Bom Retiro, onde pais acharam carne que foi comprada para a merenda estragada. A pasta também abriu processo administrativo para apurar o caso.

Na manhã desta quinta, a mãe de um aluno e integrante da Associação de Pais e Mestres, Simone Pereira Cavalcante, entrou na cozinha da escola e gravou com o celular imagens da carne estragada. Ela recebeu uma denúncia de funcionários e encontrou na cozinha sete caixas com seis quilos de carne, cada um em cima de uma bancada.

Os pacotes, com o selo de merenda escolar, foram entregues na terça-feira (26) e ficaram fora do freezer, segundo informou o SP1. Parte dos 42 quilos de carne estava mudando de cor e atraindo moscas quando foi encontrado por Simone, que chamou a Polícia Militar para servir como testemunha do ocorrido.

Segundo a Secretaria de Educação, “o produto foi descartado e substituído”. De acordo com a pasta, “nunca foi servido qualquer tipo de alimento fora do prazo de validade” e a alimentação na escola não foi interrompida.

Antes do afastamento da diretora, a Direção da Escola confirmou que a carne estava fora do freezer e que iria para o lixo. Segundo a diretora, o freezer da unidade não tem capacidade para armazenar toda a carne enviada pela secretaria. Por isso, alguns alimentos têm de ser descartados.

Pais de alunos dizem ter flagrado o freezer da escola cheio de caixas de sorvete que sobraram de uma festa no local há duas semanas. A ex-diretora da escola negou que o sorvete que sobrou tenha ocupado o lugar da carne. Segundo ela, a Secretaria de Educação já foi avisada sobre a falta de espaço no freezer, mas não resolveu o problema.

A Secretaria de Educação do Estado abriu processo administrativo e já afastou a diretora da E.E. Prudente de Morais. O produto foi descartado e substituído, não há falta de espaço para o armazenamento de alimentos para o preparo da merenda dos alunos (conforme fotos anexas). A alimentação na unidade não foi interrompida e nunca foi servido qualquer tipo de alimento fora do prazo de validade nesta unidade.

What's Happening Recommended by Hashcore

Compartilhe com os amigos :
carregando...

Deixe um comentário: