Menina de 10 anos filma o próprio estrupo pra provar que não estava mentindo. Veja

83 Views

Mais um caso terrível de abuso sexual contra crianças está chocando a internet. Neste caso, uma menina de apenas dez anos de idade, se viu obrigada a arquitetar um plano para conseguir provas contra seu agressor.

A criança era amiga da filha do criminoso, e após o período de aulas, passava algumas tardes na casa da colega de escola, e lá o pai da outra criança cometia os abusos. Ele aproveitava os horários em que a própria esposa saia e mandava que sua filha fosse ao mercado com a desculpa de comprar algo para eles.

Quando sozinha com a menina ele praticava os atos libidinosos. Ele se aproveitava que a criança estava somente em sua companhia, e tocava nas partes intimas da menina.

Ele vinha praticando o crime a cerca de um ano, e em algumas vezes ele fez na frente da própria filha.

A filha do abusador então, falou para a amiga que sabia o que seu pai estava fazendo com ela, mas que tinha medo dele. Foi então que as duas tiveram a ideia de usar uma espécie de notebook fornecido pelo governo para estudar, e deixaram ligado, conseguindo gravar a cena de abuso. Elas resolveram fazer isso, pois temiam que os adultos não acreditassem na história delas.

O crime aconteceu na cidade de Artigas no norte do Uruguai. O acusado é um homem de 62 anos e sem antecedentes criminais. Segundo a promotora de justiça que acompanhou o caso, a comunidade uruguaia está horrorizada com o fato. “É um caso que envergonha a todos”, disse Mariela Nuñez.

A promotora declarou que esse tipo de crime é muito mais comum do que se imagina e fez um apelo a população, para que fiquem mais atentos às crianças e as escutem mais, e deem mais creditos ao que dizem.

E espera que o ato corajoso da criança vítima sirva de lição para as pessoas que não procuram saber o que acontece com os próprios filhos.

Perfil do criminoso

Ainda de acordo com a promotora, o homem era uma pessoa respeitada, sem passagens pela  Polícia, de classe média e com atitudes normais em sociedade que jamais deixariam transparecer que ele poderia ser um abusador de crianças.

Quando interrogado ele apenas negava, mesmo com a apresentação da prova gravada em vídeo. E que levou muito tempo até admitir o ato. Mas não deu qualquer explicação e nem mais detalhes.

Ele foi preso. A esposa, e outro filho dele também foram detidos, mas liberados em seguida por falta de provas de que eles sabiam o que acontecia. Se o homem for condenado, ele poderá pegar pena de 2 a 6 anos de prisão.

What's Happening Recommended by Hashcore

Compartilhe com os amigos :
carregando...

Deixe um comentário: