Pabllo Vittar , vergonha nacional , pode ser preso! Veja

340 Views

Por conta de uma notícia falsa que começou a circular pelas redes sociais, o vereador evangélico Ezequiel Bueno ameaçou prender a cantora  Pabllo Vittar,que foi contratada para realizar um show na cidade de Ponta Grossa, Paraná. Além de ter a intenção de prender a cantora, o político ainda lamentou a contratação da drag para se apresentar em solo paranaense.

Pabllo Vittar foi ameaçado de prisão por vereador de Ponta Grossa, cidade do Paraná
A ameaça do vereador Ezequiel Bueno só aconteceu por conta dos rumores em torno de um tuíte, que supostamente teria sido publicado pelo deputado Jean Wyllys, do PSOL, anunciando que ele, acompanhado de Pabllo Vittar,palestraria nas escolas para falar com as crianças e jovens sobre diversidade sexual. No entanto, o Jean desmentiu o boato em sua página oficial do Facebook.
“Nada disto existe. O deputado concorda que a educação para as diversidades é urgente – no plural, porque esta educação precisa incluir a diversidade étinica, religiosa (de fato), sexual, entre tantas outras que nos tornam diferentes – e adora também a Pabllo Vittar, porém se trata de uma mentira qualquer notícia a este respeito, que tenta confundir o verdadeiro debate que precisa ser feito sobre o sofrimento das pessoas LGBT”, diz o texto que foi publicado na web em nome do deputado.

Discurso

Por conta da publicação falsa, o vereador Ezequiel Bueno discursou na Câmara Municipal de Ponta Grossa na última segunda (16) e se colocou contra o acontecimento do show de Pabllo Vittar na cidade, que é integrante da programação do evento München Fest, marcado para o dia 5 de dezembro,contando ainda com artistas como Anitta, Capital Inicial e Henrique e Juliano.

Ezequiel Bueno discursou contra Pabllo Vittar e Jean Wyllys após ler notícia falsa
Reprodução/Twitter

Ezequiel Bueno discursou contra Pabllo Vittar e Jean Wyllys após ler notícia falsa

No canal “Portal Paraná”, do YouTube, foi publicado o vídeo do discurso feito pelo político na Câmara da cidade. “Queria lamentar por trazerem esta pessoa aqui em Ponta Grossa, numa cidade que é de família, na qual brigamos aqui no plano municipal de educação para tirar a ideologia de gênero das escolas, na qual somos conservadores. Somos pais e mães trabalhadores […]”, declarou.

“Quem quiser ir assistir, se não for com o meu dinheiro, pode ir sem problema nenhum […] Mas se inventar de sair para a rua e ir nas escolas, eu vou lá e vou prender, nem que depois eu seja preso por abuso de autoridade”, completou Ezequiel Bueno fazendo referência a drag queen Pabllo Vittar e ao deputadoJean Wyllys.

 

What's Happening Recommended by Hashcore

Compartilhe com os amigos :
carregando...

Deixe um comentário: