Bolsonaro presta solidariedade a Gusttavo Lima e faz comovente agradecimento

Nesta quinta-feira, 16 de abril, o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro,  usou suas redes sociais para ficar ao lado do cantor sertanejo Gusttavo Lima. Gusttavo Lima disse que não faria mais lives, após ser “censurado”. O artista foi alvo de uma ação do Conar, o Conselho que regula a publicidade no Brasil.

O presidente do Brasil diz que Gusttavo foi atacado  de forma injusta e que tem feito um trabalho exemplar, já que leva entretenimento para milhões de brasileiros em meio à quarentena do coronavírus.

Veja abaixo o primeiro tweet do presidente do Brasil,  Jair Bolsonaro, sobre Gusttavo Lima, que disse que não fará mais lives, após sofrer represália do Conar.

“Minha solidariedade ao cantor
@gusttavo_lima, que vem sendo injusta e covardemente atacado após a grande live que fez dentro de sua própria casa. Ele e outros artistas sertanejos e de demais gêneros, têm sido grandes heróis nessa luta contra a COVID19 e merecem aplausos!
“, escreveu o presidente da república por meio do seu Twitter oficial.

O presidente agradece o trabalho de Gusttavo Lima e de outros artistas em meio à quarentena.

Tomaram uma iniciativa espontânea louvável, demonstrando amor pelo seu povo e país, levando entretenimento e conforto para a casa de milhões de famílias neste momento de estresse, além de arrecadarem toneladas de alimentos e promoverem grandes doações. O Brasil agradece!”, continuou o presidente ao falar sobre o tema, gerando grande repercussão.

Para ouvir o melhor do sertanejo é só dar o play :