Vacina contra o coronavírus será testada em brasileiros

A Universidade de Oxford, no Reino Unido, desenvolveu uma vacina contra o novo coronavírus e ela será testada em brasileiros. Essa análise contará com o apoio do Ministério da Saúde e os testes começam neste mês.

Ao todo serão 2 mil brasileiros vacinados no Rio de Janeiro e também em São Paulo. E o Brasil estará participando do plano global de desenvolvimento desta importante vacina, sendo o primeiro país a ter acesso ao antídoto fora o Reino Unido.

A Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária, já aprovou este procedimento. O CRIE – Centro de Referência para Imunobiológicos Especiais, está no comando deste projeto em São Paulo. A Fundação Lemann ficará responsável pelo financiamento da infraestrutura médica e também dos equipamentos.

A Unifesp ficará responsável pelo recrutamento dos primeiros voluntários. Mil pessoas serão convocadas nesta primeira etapa e elas devem estar atuando na linha de frente do combate à Covid-19. E outros mil voluntários serão selecionados para este teste no Rio de Janeiro.

O Brasil foi selecionado para testar esta vacina porque vem enfrentando uma aceleração da pandemia e o número de novos casos continua aumentando dia após dia.

Há vários outros países interessados em participar deste projeto, cujo resultado será de fundamental importância para que a vacina possa finalmente conseguir um registro oficial até o final deste ano.

Se tudo der certo, a expectativa é que em 2021 a vacina comece a ser disponibilizada para todos. Até lá, a melhor forma de evitar o contágio é evitando aglomerações e sair de casa somente quando for necessário e mesmo assim, tomando todos os cuidados.

Para ouvir o melhor do sertanejo é só dar o play :