Tragédia Na Música! Cantor Morre Após Pegar Covid-19 Em Live Sertaneja

Depois que os músicos da dupla Zezé Di Camargo e Luciano testaram positivo para a COVID-19,o cantor Josimar Henrique foi internado no Hospital Regional de Cajazeiras desde o dia 19 de maio.

No entanto o artista de 45 anos, morreu na noite desta quinta-feira (04), vítima de Coronavírus, na Paraíba. Josimar estava internado no Hospital Regional de Cajazeiras desde o dia 19 de maio. As informações foram confirmadas pelo site Click PB.

O cantor começou a sentir sintomas da doença no dia 17 de maio. Ele chegou a realizar dois exames que testaram negativo.

Ele foi transferido para o Hospital Regional de Cajazeiras após o terceiro exame testar positivo e apresentar complicações no sistema respiratório e precisar ser entubado.

Josimar era natural de Catolé do Rocha e residiu por muitos anos em Brejo do Cruz. Ele participou de várias bandas musicais na Paraíba e no Rio Grande do Norte.

Ele retornou para Catolé do Rocha onde trabalhava como gerente de uma banca de jogo do bicho. Resolveu fazer carreira solo, e passou a se apresentar em inúmeros eventos na região.

Os bastidores da música sertaneja estão em polvorosa desde que o Movimento Country divulgou, em primeira mão, que dois músicos da equipe de Zezé Di Camargo e Luciano haviam sido contaminados com o coronavírus durante os ensaios da live sertaneja.

Na apresentação do show, no dia das mães, pôde-se notar que os integrantes não usavam máscaras de proteção e não seguiam o protocolo recomendado pela Organização Mundial da Saúde. Após o ocorrido, outra live de Zezé Di Camargo foi cancelada e os integrantes já receberam alta do hospital em que se recuperavam

Os músicos não foram os únicos do meio a contraírem o vírus. Junto a eles, artistas como Xand Avião, que foi infectado junto com a esposa, e a dupla sertaneja Breno e Caio César testaram positivo após transmissão de sua live sertaneja. Muitos dos casos de COVID-19 nos artistas se deram após os mesmos negligenciarem as recomendações impostas pelos órgãos públicos e não seguirem. Mariano, da dupla com Munhoz, após ser infectado com o vírus,se sensibilizou e revelou o desejo de ajudar cientistas a achar meios eficientes para combatê-lo.

Após o vazamento das informações e a negligência de muitos envolvidos nos shows online, os patrocinadores passaram a exigir que os artistas e suas equipes cumpram as normas impostas contra o coronavírus e ameaçaram cortar os patrocínios das lives caso isso não aconteça. A medida serve de prevenção para os envolvidos que, muitas vezes, utilizam grandes equipes para a preparação e transmissão do show online, mas sem tomar os devidos cuidados. A utilização das normas preventivas também serve de exemplo e influência para os telespectadores.

Uma fonte exclusiva, ouvida pelo Movimento Country, afirmou que “É muito sério que alguns profissionais estejam sendo contaminados durante essas lives. Estamos exigindo que nossos parceiros tomem os cuidados necessários. Não queremos que ninguém corra risco de saúde durante a realização destes shows online.”

Para ouvir o melhor do sertanejo é só dar o play :