“Quase tirei minha vida”, revela Victor da dupla com Leo. Revelou ainda que tomava banho a cada 3 dias

Três anos após ser acusado de agredir a ex-mulher, Poliana Bagatini, quando ela estava grávida, o cantor Victor Chaves, falou sobre o caso em entrevista à Eliane Trindade, da Folha de S.Paulo.

“Seis dias depois do episódio quase tirei minha vida”, afirmou ele para o veículo.

Vale lembrar que Chaves foi condenado a 18 dias de prisão. Ele alega que é inocente e que atualmente mantém uma boa relação com Poliana, pelo bem dos filhos.

“Utilizaram os fatos com leituras sensacionalistas. Se não fosse para a mídia e não chegasse aos rigores que chegaram, teria sido um dia de caos que resultaria em separação. Como se trata da mãe dos meus filhos, só posso falar que houve descontrole emocional grande”, contou.

Mesmo sendo acusado, Victor Chaves garante que não houve agressão contra Poliana, apenas uma tentativa de contê-la durante uma discussão. “O exame de corpo de delito deu negativo. Não havia marcas de agressão”, reforçou. “É triste Poliana dizer no depoimento que eu a joguei no chão. Na TV, aceleram o vídeo. Não dá para ver que estou arqueando o corpo para suavizar a queda dela”.

Ele também disse que continuou fazendo shows normalmente e negou boatos de cancelamentos após o caso. Victor disse que mesmo após o fim da dupla com o irmão, Leo Chaves, focou na música. “O que me salvou foi a arte. Durante uns sete meses, tomava banho de três em três dias”, concluiu.

Para ouvir o melhor do sertanejo é só dar o play :