Bruno e Marrone defendem Bolsonaro em live e são criticados por esquerdistas

Não é novidade para ninguém que Bruno e Marrone são apoiadores de Bolsonaro. A dupla chegou a pedir o fim da meia entrada no início deste ano, mas a pandemia atrapalhou todos seus planos para querer lucrar sobre seus fãs. Agora, logo após defenderem o uso de cloroquina, a dupla sertaneja voltou a apoiar o presidente e gerou revolta.

Desta vez, enquanto realizavam uma live sertaneja no último sábado (25), Bruno e Marrone voltaram a defender as ações de Bolsonaro e geraram revolta em seus fãs, que não pouparam as críticas e detonaram a dupla nas redes sociais.

Bruno iniciou os elogios dizendo que Bolsonaro melhorou o Brasil e encheu a boca para chamar o presidente de honesto: “Eu detesto falar de política, eu gosto de quem faz o bem para todos. Eu falo do Bolsonaro, não que eu seja bolsonarista. Não. Eu falo do Bolsonaro porque ele é um cara honesto. E o que o Brasil estava precisando era de pessoas honestas para limpar essa ‘disgramaiada’ que tava ai, tudo roubando a gente”.

Marrone aproveitou a fala do companheiro para demonstrar seu apoio, dizendo que gostava de Bolsonaro. Logo em seguida Bruno terminou dizendo: “Não quero saber saber se você gosta do Lula, da pu** que pa***, não quero saber. Eu gosto do Brasil, gosto de pessoas honestas”.

Os comentários da dupla sertaneja logo geraram burburinho nas redes sociais.

Essa não foi a primeira vez que Bruno e Marrone arrumaram confusão por defender o presidente. Em outra live, apoiaram o uso da cloroquina para curar casos de COVID-19.

Para ouvir o melhor do sertanejo é só dar o play :