Leonardo chora morte de amigo por corona e dispara: ‘Quem não morrer de Covid-19, vai morrer de cirrose’

Leonardo causou polêmica em uma live nesse final de semana. No sábado, 1 de agosto, o artista chegou a dizer que, “quem não morresse de Covid-19, morreria de cirrose“. Para a argumentação, o artista sertanejo disse que durante a pandemia estaria existindo um aumento do uso de álcool, já que as pessoas estariam mais isoladas e tristes. Para esquecerem esse momento complicado, as pessoas estariam usando muito álcool.

Cantor Leonardo fala sobre consumo de álcool na quarentena e lembra mortes de amigos por Covid-19

Leonardo disse que adora um boteco e que sente falta do espaço. O artista, que chegou a chorar ao vivo por conta da perda de três amigos por conta do coronavírus, garantiu que ia comprar um bar e só ele poderia usar. Leonardo se prontificou até mesmo a limpar o espaço.

Um dos amigos, segundo Leonardo, seria muito próximo. Identificado como Everton, o rapaz foi comparado pelo próprio astro da música sertaneja como seu braço direito. Leonardo também garantiu ter medo da doença.

“Confesso que fiquei com muito medo. Hoje sou um senhor de idade, sou avô. Não vou pegar essa p****. Falaram que tem que passar álcool nas mãos, e eu tô bebendo. Desculpa, não consigo falar muito sério”, disse o cantor na live.

O fato de Leonardo associar mortes por coronavírus das que envolvem o uso excessivo de álcool gerou controvérsias nas redes sociais. “Péssimo exemplo. Não só dele, mas de outros sertanejos que em suas lives abusaram do consumo de álcool e palavras de baixo calão”, disse um dos internautas ao falar sobre o caso.

Para ouvir o melhor do sertanejo é só dar o play :